Querido ecrã, precisamos de dar um tempo

Por Hugo Pereira, fisiologista do exercício

Quanto menor e mais tardia for a exposição de crianças aos estímulos de computadores, tablets e smartphones, maiores os ganhos de saúde.

Um pouco por todo o mundo tem-se assistido a um enorme aumento do tempo que as crianças passam em frente a um ecrã – computador, televisão, consolas ousmartphones e tablets. Este é, para eles, o seu passatempo favorito. Contudo, é possível que este novo padrão esteja relacionado com o aumento do peso, pela sua relação com outros comportamentos menos saudáveis, como a alimentação desregulada, padrão irregular de sono e a diminuição da actividade física.

De acordo com uma revisão de estudos, existe uma relação directa entre o “tempo de ecrã” e o risco de desenvolver diabetes de tipo 2, doença cardiovascular e com o risco de morte por qualquer causa em adultos. A associação entre o “tempo de ecrã” e os factores de risco aponta para valores superiores a duas horas por dia como sendo problemáticos. Nas crianças, o “tempo de ecrã” parece estar associado à gordura abdominal, ao índice de massa corporal e a outros factores de risco, independentemente da actividade física, apresentando relação directa com problemas de atenção. Segundo esta fonte, as entidades europeias devem considerar o “tempo de ecrã” como um comportamento separado do restante tempo sedentário.

Quanto menos e mais tarde a criança for exposta a estes estímulos, maiores os ganhos de saúde. Há alguma evidência de que o “tempo de ecrã” possa ser reduzido através de medidas simples e sistemáticas de ruptura com os padrões estabelecidos e, sobretudo, através da consciência parental.

De acordo com uma alargada revisão da literatura publicada já este ano, é relativamente difícil alterar uma actividade habitual pela imposição. Porém, é possível reduzir o “tempo de ecrã” se forem utilizadas estratégias que possibilitem o envolvimento da família como modelo de actuação que atrai a criança para longe do ecrã ou simplesmente lhe proporciona a oportunidade de escolher conscientemente como quer gastar o seu tempo livre.

Nesta linha, o Departamento de Saúde Norte-Americano estabeleceu a redução da exposição aos ecrãs como uma das prioridades do seu plano de saúde a dez anos. Advogam que crianças até aos dois anos de idade não devem ter contacto com ecrãs e que os adolescentes permaneçam até ao máximo de duas horas por dia neste tipo de actividade.

Pensando numa alternativa positiva, podemos considerar os jogos de vídeo activos como opção à actividade puramente sedentária, já que representam ligeiros aumentos da actividade física. Porém, a estratégia global pode e deve estender-se a outras actividades sem ecrã e que idealmente envolvam toda a família. Talvez as brincadeiras de trepar às árvores e corridas de apanhada de outros tempos possam ser recuperadas ou, simplesmente, tenha chegado a altura dos pais aprenderem a andar de skate com os seus filhos.

Fisiologista do exercício e Personal Trainer
Faculdade de Motricidade Humana da Universidade de Lisboa
hpereira@fmh.utl.pt

in http://lifestyle.publico.pt/

Carnaval no Jardim Botânico 2014

Cada uma das árvores do Jardim Botânico tem uma história para te contar: o castanheiro é muito velho e está enferrujado, o cato não gosta muito das pessoas e afasta-as com os seus picos salientes, a camélia tem em si uma elegância vistosa que envolve o jardim e toma conta dos visitantes. É um universo de árvores e plantas, cada uma com as suas diferenças e caraterísticas.

De 3 a 5 de Março, podem ir até ao Jardim Botânico do Porto descobrir as suas histórias e construir uma fantasia original, partindo do seu universo natural.

No final dos três dias, terás construído o teu próprio disfarce!

Informações e Inscrições em: http://jardimbotanico.up.pt/servicoeducativo/

Com o apoio da: Universidade Júnior

Informação Comissão Eleitoral

APAECM

ASSOCIAÇÃO DE PAIS E ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS CAROLINA MICHAELIS

Reunidas que estão as condições para a realização de acto eleitoral somos a informar:

1) A Comissão Eleitoral ( CE ) será presidida pelo presidente da mesa da Assembleia Geral em exercício e composta por representantes dos diversos núcleos conforme tabela abaixo apresentada

Presidente

Isabel Maria Penetra

Representação Núcleo Esc Básica e Sec Carolina Michaelis

José Alberto Ferreira Machado

Representação Núcleo Esc Básica e Sec Carolina Michaelis

Armando Vasco Carneiro Nunes de Azevedo Costa

Representação Núcleo Esc Básica Irene Lisboa

Rui Alexandre Sévola de Abreu

Representação Núcleo Esc Básica Irene Lisboa

Susana Marques

Representação Núcleo Esc Básica do Bom Pastor

Álvaro Jorge Oliveira Correia

Representação Núcleo Esc Básica do Bom Pastor

Maria do Carmo dos Santos

Representação Núcleo Esc Básica da Constituição

Isabel Castelo Branco

Representação Núcleo Esc Básica da Constituição

Cristina Teixeira

2) Sendo a organização da responsabilidade da CE, considera a mesma ser de interesse, no intuito da transparencia, que a constituição das mesas de voto se faça conforme a tabela abaixo designada e pelos mandatários das listas a sufrágio quando solicitado,;

Esc Básica e Sec Carolina Michaelis

Rui Alexandre Sévola de Abreu

Susana Marques

Esc Básica Irene Lisboa

José Alberto Ferreira Machado

Armando Vasco Carneiro Nunes de Azevedo Costa

Esc Básica do Bom Pastor

Isabel Castelo Branco

Cristina Teixeira

Esc Básica da Constituição

Álvaro Jorge Oliveira Correia

Maria do Carmo dos Santos

3) os actos eleitorais dos Núcleos funcionarão das 17:30 ás 18:30 h´s nas datas e locais abaixo apresentados;

Data

LOCAL

24 de Março

Escola Básica do Bom Pastor

25 de Março

Escola Básica da Constituição

27 de Março

Escola Básica Irene Lisboa

28 de Março

Escola Básica e Secundária Carolina Michaelis

4) as listas, devidamente constituídas, deverão ser entregues em envelope fechado endereçado á CE até ás 18h do dia 14/03 na portaria da escola sede

5) a CE fará a publicação das listas e proporcionará toda a informação disponibilizada pelas mesmas nas escolas a que concorrem e pelos meios ao seu dispor até ao dia 21/03 ;

6) a votação efectuar-se-á por escrutínio secreto, votando todos os Pais e Encarregados de Educação de alunos das Escolas á altura da eleição. Não são admitidos votos por procuração;

7) a contabilização dos votos e publicação de resultados será efectuada pelos representantes da CE imediatamente após o período de voto;

8) a eleição dos órgãos sociais da APAECM terá lugar no dia 28/03 sendo os resultados e data de tomada de posse imediatamente publicados;

9) qualquer pedido de esclarecimento ou informação deverá ser direcionado para o e-mail apaecm.geral@gmail.com .

Porto 22 de Fevereiro de 2014,

P/ O Presidente da Comissão Eleitoral


Reunião com delegados de turma Irene Lisboa

Realizou-se hoje dia 19/02 uma reunião entre a Associação de Pais e Encarregados de Educação do Agrupamento Carilina Michaelis ( APAECM ) , representada pelo núcleo da escola Irene Lisboa, e os pais delegados das diversas turmas existentes nesta escola.
Esta reunião serviu para darmos a conhecer o processo de reestruturação/implementação da APAECM e acima de tudo passar informação sobre o papel dos pais delegados na comunidade escolar.
Depois destes dois esclarecimentos segui-se um debate sobre os problemas ocorridos durante o 1º período de aulas e que medidas poderão ser implementadas para corrigir essas deficiências.
Foi uma reunião agradável que acima de tudo deu para trocar experiências e unir mais os pais em torno da sua associação e por consequência melhorar a vivência dos nossos filhos no seio da escola.