Respeito pela diferença e resolução de conflitos – Carolina Michaëlis e Irene Lisboa

Durante os meses de fevereiro e março, todas as turmas do 5º, 6º, 7º e 8º ano,  do Carolina Michaelis e Irene Lisboa, que se inscreveram, tiveram a oportunidade de participar numa ação que visava o Respeito pela diferença e a resolução de conflitos, conduzida pela formadora e sociodramatista com formação em Relações Internacionais e em Psicologia, Sílvia Vilas.
A tirar o Mestrado em Psicologia Clínica estando e atualmente a estagiar numa IPSS, no âmbito do RSI.

Tem realizado algumas intervenções junto de jovens, trabalhando com eles temas como a amizade, o amor, a comunicação interpessoal, o bullying e a violência no namoro.

“Acho importante que os jovens aprendam a integrar o que pensam, o que sentem e como agem de modo a se sentirem pessoas mais completas melhorando as relações consigo e como os outros.”

Anúncios

Escola Básica Irene Lisboa – Magusto 2018

Caros Pais e Encarregados de Educação,

No passado dia 9 de novembro de 2018, realizou-se o habitual Magusto na Escola Básica Irene Lisboa.

A APAECM/Núcleo Irene Lisboa ofereceu as castanhas,  tendo o pessoal docente e não docente da Escola (a quem deixamos o nosso Muito Obrigado), contribuído para uma manhã mais quentinha e saborosa!

Deixamos aqui algumas fotos do Magusto.

Obrigado.

 

Ainda não percebi o que querem de mim…

Caros Pais e Encarregados de Educação,

Deixamos aqui um texto que chegou a esta Associação e que achamos por bem partilhar.

“Ainda não percebi bem o que querem de mim…
Enquanto sou bébé, passo 8 ou 9 horas por dia na creche, até que a minha mãe ou o meu pai, me venham buscar.
Chego a casa cansado, como, os meus pais cansados, olham para mim, dizem blá-blá-blá, eu rio-me, eles também e vou para cama.
Ando assim 5 ou 6 anos.

Depois entro na escola.
Entro logo de manhã, às vezes debaixo de chuva, vento e muito frio e estou dentro da escola, 6 ou 7 horas, até que a minha mãe ou pai me venha buscar.
Em casa, faço os TPC’s,, com a ajuda possível dos meus pais, que estão cansados, frustrados, revoltados com o trabalho, que mal dá salário para vivermos com dignidade, até que chega a hora do jantar, feito pela minha mãe.
Depois olham para mim, com os olhos cansados, mas ainda com energia para dizerem blá-blá-blá. Eu ainda me rio, eles também, lavo os dentes e vou para a cama.
Ando assim mais 4 anos.

Entro na escola secundária. Tenho muitos professores e muitas disciplinas. fico lá 6 ou 7 horas, até tocar para a saída.
Nos primeiros tempos ainda espero pelo meu pai (é ele que tem o carro), e vou para casa. Mas, alguns 3 ou 4 anos depois, já vou sozinho para casa. Apanho os transportes públicos, cheios de adultos que até me pisam para entrarem primeiro que eu, mostro o “passe” e chego a casa. Cansado!
Beijo o meu pai, também cansado, Beijo a minha mãe na cozinha, também cansada, e tento fazer os TPC’s. Por vezes adormeço. Muitas vezes não consigo fazê-los. E então já sei que os professores vão escrever um “recado” ao meu pai. E depois vou ser castigado. Mesmo que esteja cansado!
No dia seguinte, o professor grita comigo e pergunta se os meus pais não têm tempo para me dar educação.

Eu não respondo, mas apetece-me!
Alguns dos meus colegas, respondem!
E os professores dizem que não são educadores. Que os educadores devem ser os pais.
Só que os professores estão comigo 7 horas por dia, se não faltarem às aulas.
Os meus pais, estão comigo, talvez, 2 ou 3 horas por dia, o resto é para comer e dormir.

Fico a pensar, quem é que me pode educar?
Acho que os adultos estão loucos!
Vou começar a fazer birra!
Talvez me olhem de outra maneira…
Acho que vou começar a fumar nas traseiras da escola. Está lá a malta da turma.
Eles até não se importam de “partilhar aqueles cigarros que eles próprios fazem”. Eles dizem que aquilo é um paraíso.
Talvez experimente.
Os professores não vão dizer nada porque não são meus educadores.
Os meus pais não vão dizer nada porque na escola ninguém tem obrigação de me vigiar e em casa os meus pais estão cansados e só estão comigo (acordados) 2 ou 3 horas.

Os adultos dizem que eu sou mal educado mas não é verdade, eu não tenho educação nenhuma mesmo.
Porquê?
Porque os adultos não têm tempo!
********************************************
NOTA:
Não tenho nada contra os Pais ou os Professores, mas tenho contra esta Sociedade desequilibrada!”

Direção de Núcleo Escola Básica Irene Lisboa

Caros Pais e Encarregados de Educação,

Informamos a Lista Eleita para a Direção de Núcleo da Escola Irene Lisboa, na Assembleia Geral de 25 de outubro 2017.

 

Direção: Nome: Turma:
Presidente Álvaro Correia 6A
Vice-presidente Manuela Azevedo 8A
Tesoureiro Cláudio Silva 8C
Secretária Filomena Matos 9A
Vogal Susana Moreira 7C
Vogal Cassilda Moura 7D
Vogal Elisabete Ribeiro 5D
Vogal Carlos Martins 8A
Vogal Madalena Veiga 5A
Vogal Augusta Martins 8B

Obrigado.

Álvaro Correia