Informação virus ZIKA

zika

O vírus Zika é um vírus transmitido por mosquitos, inicialmente identificado no Uganda, em 1947. Posteriormente, foi identificado em seres humanos, em 1952, no Uganda e na Tanzânia. Atualmente, têm-se registado surtos da doença por vírus Zika nas Américas, África, Ásia e Pacífico. Está ainda a ser investigada a possível associação entre a infeção por vírus Zika e a microcefalia diagnosticada em fetos e recém-nascidos, bem como com a associação entre esta infeção e o síndrome de Guillain-Barré.

Orientações e Documentação Técnica

  • Orientação nº 001/2016 de 15/01/2016 da Direção-Geral da Saúde – Doença por vírus Zika
  • Rapid Risk Assessment do ECDC – É expectável que novos casos de infeção por vírus Zika venham a ser notificados, em especial nas regiões onde o vetor está presente.  Também na União Europeia aumentou a probabilidade de surgirem casos  importados por viajantes que se desloquem às áreas afetadas. Está a ser estudada a potencial associação da infeção com o aumento do número de fetos e recém-nascidos com microcefalia, embora não esteja estabelecida uma relação causal entre estas duas situações.

Vigilância entomológica e epidemiológica

Recomendações para viajantes e grávidas

A principal medida de prevenção é a proteção contra a picada do mosquito. Assim a Direção-Geral da Saúde recomenda:

  • Antes do início da viagem procurar aconselhamento em Consulta do Viajante;
  • No país de destino seguir as recomendações das autoridades locais;
  • Assegurar proteção contra picada de mosquitos: Utilizar vestuário adequado para diminuir a exposição corporal à picada (camisas de manga comprida, calças); optar preferencialmente por alojamento com ar condicionado; utilizar redes mosquiteiras; ter especial atenção aos períodos do dia em que os mosquitos do género Aedespicam; aplicar repelentes observando as instruções do fabricante (fazendo notar que: crianças e mulheres grávidas podem utilizar repelentes de insetos apenas mediante aconselhamento de profissional de saúde; não são recomendados para recém-nascidos com idade inferior a 3 meses; se tiver de utilizar protetor solar e repelente, deverá aplicar primeiro o protetor solar e depois o repelente).
  • Especial atenção às grávidas que tenham permanecido em áreas afetadas, devendo consultar o médico de família ou o obstetra após o regresso, mencionando a viagem. Uma vez que está em investigação a possibilidade desta doença causar malformações em fetos, é recomendado que as grávidas não se desloquem, neste momento, para zonas afetadas. Caso tal não seja possível, devem procurar aconselhamento em Consulta do Viajante e seguir rigorosamente as recomendações dadas.

Está disponível, no Portal da Saúde, a lista dos Centros de Vacinação Internacional para informação e aconselhamento dos cidadãos que pretendam viajar  para fora da Europa. Inclui os contactos e respetivos horários de atendimento dos Centros de Vacinação Internacional em todas as regiões do País.

A Saúde 24 (808 242424) está disponível para aconselhamento.

Pedidos de informação ou esclarecimentos sobre vírus Zika deverão ser dirigidos à Direção-Geral da Saúde, através do email: zika@dgs.pt.

in Direção Geral de Saúde

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s